segunda-feira, 22 de agosto de 2016

Inapropriada














Inapropriada

Eu choro todos os diamantes
derretidos dentro de mim
que se perdem em rios
cujas águas nunca bebi.

E me liquefaço
em vão sobre lágrimas
que nunca me tocaram
e sinto que jamais tocarão,
porque eu sou 'a inominável'.

E os diamantes reverberam o meu ser,
com gosto de fel,
e uma profunda vontade de morrer.

Eu me liquefaço, só e sempre só,
eternamente no infinito
de estrelas que cochicham.
Elas chamam meu nome,
e eu me deixo levar...

Eu me liquefiz,
entre espasmos e lágrimas
entre gozo e dor,
entre lembranças ternas e desamor.

O que sobra de mim,
quando evaporo sem lenço
pra me enxugar do estupor?

Lilly Araújo
22/08/16
01:45 am

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por vir até aqui e ainda deixar sua opinião.Bjos!

MyFreeCopyright.com Registered & Protected