segunda-feira, 22 de agosto de 2016

Inapropriada














Inapropriada

Eu choro todos os diamantes
derretidos dentro de mim
que se perdem em rios
cujas águas nunca bebi.

E me liquefaço
em vão sobre lágrimas
que nunca me tocaram
e sinto que jamais tocarão,
porque eu sou 'a inominável'.

E os diamantes reverberam o meu ser,
com gosto de fel,
e uma profunda vontade de morrer.

Eu me liquefaço, só e sempre só,
eternamente no infinito
de estrelas que cochicham.
Elas chamam meu nome,
e eu me deixo levar...

Eu me liquefiz,
entre espasmos e lágrimas
entre gozo e dor,
entre lembranças ternas e desamor.

O que sobra de mim,
quando evaporo sem lenço
pra me enxugar do estupor?

Lilly Araújo
22/08/16
01:45 am

domingo, 14 de agosto de 2016

Ignis fatuus

 
Ignis fatuus

Fogo-fátuo,
reflexo azul no lago,
chama ardente.
O Falo.
E na mudez incisiva
do teu toque fálico
calo.

Lilly Araújo 14/08/16
13:14h

sábado, 13 de agosto de 2016

Tocar



 













Tocar

Se me queres tocar,
toca-me.
Mas toca-me suavemente,
como uma brisa de mar.
Toca-me como se beijasse uma rosa
sem a despetalar.

Se me podes tocar,
estende a tua mão amiga,
e teus dedos amantes,
então, toca-me as entranhas
como se nunca antes.

Se me queres e me podes tocar,
venha como um vulcão
e inflama-me a alma,
e me deixe em chamas.
E na hora do amor,
sussurre que me amas.

E se me tocas, eu te aviso
sem medo, sem pudor,
que torno-me tua toda,
entrelaçada nos teus braços de amor.

Lilly Araújo

 07/11/14


MyFreeCopyright.com Registered & Protected